Como encontrar o amor no Facebook

Conhecer alguém online, apaixonar-se online e namorar online é, atualmente, tão normal como fazer o login no Facebook todas as manhãs… e por falar em Facebook, esta rede social que foi criada em nome da amizade, também funciona em nome do amor. Vamos então descobrir como encontrar o amor no Facebook? É caso para dizer “Gosto”!

Quem é ele? Quem é ela?

Quer tenha conhecido alguém na festa do fim-de-semana, quer queira conhecer melhor alguém que lhe foi apresentado na festa do fim-de-semana, a forma mais rápida e fácil de o fazer é procurá-lo no Facebook. Aproveite para dar uma espreitadela ao seu perfil, fotografias e outra informação que possa estar disponível… apenas para espicaçar um pouco mais o interesse (ou pelo menos para se certificar que esse interesse é mesmo real).

Facebook friends

Queres ser meu amigo? Queres ser minha amiga? Enviar um pedido de amizade é um dos gestos mais comuns no Facebook mas, se se trata de amor, pode ter de pensar duas vezes antes de clicar. Pense e depois envie – quem não arrisca, não petisca e o mundo do Facebook é mesmo assim: para procurar o amor online é preciso cultivar primeiro uma amizade e não há melhor sítio para o fazer do que rodeado de outros amigos em comum e de forma virtual – ambos fatores de segurança – o que pode tornar tudo mais fácil, menos stressante. Enviado o pedido de amizade, resta esperar que seja aceite… avise os amigos mais próximos dele ou dela no caso de ele/ela tiver dúvidas em identificá-lo!

No meu mural ou no teu?

O pedido de amizade foi aceite… e agora? Agora vão-se conhecer melhor, tal e qual num namoro presencial, com a diferença de que vão fazê-lo virtualmente. Como? Estando particularmente atento ao mural da outra pessoa, aproveite para conhecer o que gosta mais e o que gosta menos… e não tenha medo de dizer que também aprecia através de um “Gosto” ou um comentário simpático, mas faça-o apenas porque realmente gosta e não apenas para chamar a atenção. Um dos 10 mandamentos para encontrar o amor online passa por ser genuíno e sincero, ou seja, goste, comente e partilhe, mas apenas porque aquela imagem, artigo, anedota ou música o fez sorrir, refletir e sentir-se mais próximo da pessoa que quer conhecer melhor.

Em privado

Se tudo correr bem, o mural do Facebook já não será o suficiente para dizerem tudo o que querem dizer online e é natural que passem para o chat! Força… um amor para crescer (mesmo que seja no Facebook!) precisa de alguma privacidade e, neste caso, o chat vai servir muito bem. Conversem mais à vontade, durante mais tempo, façam as perguntas que andam ansiosos para fazer um ou outro… deixem as coisas fluir naturalmente até surgir a vontade (e a proposta por parte de um de vocês) de trocarem números de telemóvel. Se o amor está mesmo no ar, este passo é natural e, mesmo que ainda não tenham o à vontade para falarem de uma forma que não envolva o teclado, podem sempre continuar a conhecerem-se via SMS. Se tiverem a coragem e a vontade de dar um grande passo na confirmação do vosso amor, façam a chamada! SMS puxa SMS, chamada puxa chamada e já não haverá motivo, nem vontade, de adiar mais o primeiro encontro.

O Facebook fica em casa

O vosso primeiro encontro tanto pode ser organizado em grupo – afinal para que serve o Facebook se não para organizar um jantar ou saída noturna com os amigos? – ou apenas os dois, se se sentirem confortáveis e com vontade para tal. Marquem um sítio onde ambos se vão sentir bem e, para criar um pouco de suspense (aquela sensação de borboletas no estômago e de coração a palpitar!), combinem encontrarem-se lá. O resto, como se costuma dizer, é história… e o amor que passou de online a offline, tem destas coisas boas.

Obrigado Facebook!

Se foi no Facebook que tudo começou, então é no Facebook que têm de afirmar o vosso amor e anunciá-lo aos amigos! Não interessa quem o sugere, o que interessa é que alguém o faça e que ambos assumem a relação nos vossos perfis. Quem não gosta de uma bela história de amor virtual? Não vão faltar “Likes”…

Avaliação: