Os principais sinais que indicam que você está apaixonado/a

Embora o amor seja um dos sentimentos mais fortes e avassaladores que podemos experimentar, estranhamente nem sempre nos apercebemos de que estamos nessa situação. Como definir exatamente aquilo que sentimos? Conheça os principais sinais que indicam que você está apaixonado/a e deixe-se levar por esse sentimento único.

Sente por aquela pessoa o que não sente por nenhuma outra?

Você tem certamente muitos amigos, familiares, colegas de trabalho, pessoas de quem gosta e com quem se sente à-vontade. No entanto de repente dá por si a sentir por determinada pessoa algo que não sente junto de mais ninguém. É como se não existissem palavras para definir o que acontece consigo quando está perto dele/a. Não é que seja propriamente a entidade mais bela do mundo, nem tão pouco a mais inteligente, não será com certeza a mais perspicaz ou bem-sucedida, mas ainda assim é como se uma força invisível exercesse qualquer tipo de atração que tende a unir-vos. É algo que sabe bem, e que assusta ao mesmo tempo. É, não é? Se sente assim você está apaixonado/a.

Seria capaz das maiores loucuras para ficar com ele/a?

Provavelmente você é daquelas pessoas habituadas a moverem-se dentro do espartilho das conveniências, e age sempre dentro dos parâmetros considerados normais. Nem lhe passa pela cabeça mostrar o romântico que há em si e expor-se ao ridículo, e evita constantemente ser o centro das atenções.

Subitamente entra alguém na sua vida por quem você dançaria à chuva, tiraria a roupa no meio do centro comercial, alguém capaz de o levar ao cimo das mais altas montanhas e de o fazer descer ao mais bravo dos oceanos tudo entre sorrisos e gargalhadas, beijos e carícias…

E você esquece a vergonha, a compostura e embarca feliz em todos os passeios, em todas as caminhadas. Quer mais do que isso? Você está totalmente apaixonado/a, e está com muita sorte. Aproveite! A maioria dos mortais demora muito tempo até encontrar alguém capaz de semear sorrisos e alegrias.

Volta a ser criança e sente-se de novo rebelde?

Lembra-se de como era nos tempos em que acreditava em contos de fadas, em princesas e príncipes, em justiceiros e heróis? Lembra-se de quando achava que ia conseguir mudar o mundo? O que aconteceu consigo desde lá até agora? Você é o mesmo, apenas se esqueceu de quem você é.

Se por acaso a vida trouxer para perto de si uma pessoa que lhe faça sentir de novo criança, agarre essa pessoa com muita força. Se essa pessoa lhe ensinar de novo a ser rebelde, a ser lutador e a acreditar num mundo melhor, não duvide. Isso é amor.

A inspiração que você sente quando estão juntos é o efeito da paixão e do amor. O amor melhora-nos, rejuvenesce-nos. Leva-nos a descobrirmos que afinal ainda somos quem éramos. Ganhamos asas. Você quase voa quando estão os dois juntos? Saiba que está apaixonado/a.

O melhor de si vem ao de cima

Saem para passear e a si só lhe apetece sorrir, vê todas as outras pessoas com olhos diferentes e todos lhe parecem simpáticos e afáveis. Distribui generosidade quando até agora costumava ser fechado e introvertido, consegue perceber a importância de um abraço e subitamente o mundo inteiro parece querer namorar consigo. Pois! É assim que nos sentimos quando estamos apaixonados por alguém.

O melhor de nós vem ao de cima e em resposta o mundo dá-nos o seu melhor. A sociedade seria bem melhor se todos estivéssemos permanentemente apaixonados. Pense na sorte que tem, desfrute do seu amor e faça do mundo de todos nós um lugar mais bonito.

É como se fosse virgem de novo

Certamente você já teve outras relações antes, muito provavelmente está longe já de ser virgem no corpo e na mente. Mas com aquela pessoa é como se tudo acontecesse pela primeira vez. Os beijos são mais escaldantes, as carícias mais sedutoras. Você dá por si mais preocupado/a em dar do que em receber. Interessa-lhe saber se foi bom para os dois, gosta do abraço aconchegante que vem depois, sabe-lhe bem ver que é capaz de proporcionar prazer.

O que foi feito das maratonas de sexo fútil e vazio? Porque é que agora já não lhe apetece apenas levantar e ir embora? Porque é que já não precisa de recorrer a frases e gestos feitos e postos em prática tantas vezes anteriormente? Como é que fazer amor é tão bom e você nem sabia? Claro que está apaixonado/a. Aliás, se sente tudo o que foi mencionado atrás, você provavelmente não está apenas apaixonado. É verdadeiro amor o que sente por essa pessoa.

Quer ser motivo de orgulho

Você quer ser motivo de orgulho para aquela pessoa. Deseja que tudo o que faça seja bem feito, deseja tomar sempre as decisões mais acertadas, quer ser bem-sucedido, pretende assinalar de forma positiva a sua presença e ambiciona alcançar um êxito tal que se engrandeça aos olhos dele/a.

Quer que ele/a se orgulhe de si enquanto ser humano, enquanto profissional, enquanto amante. Quer dar-se em homenagem, quer ser digno do amor e do afeto, ou muito simplesmente quer dar o seu melhor para garantir que não haverá concorrência à altura. Seja por que razão for, quando sentimos o desejo avassalador de sermos motivo de orgulho para alguém é sinal evidente de que estamos apaixonados por essa pessoa.

Uma hora parece durar um dia quando estão afastados

Quando não estão juntos o tempo parece arrastar-se? Uma hora pode demorar uma eternidade a passar, enquanto quando estão próximos o tempo voa facilmente?

Já tiveram que se separar por períodos mais prolongados e foi como se o mundo acabasse para si? Se você pudesse tinha eternizado o beijo de despedida, tinha feito um passe de magia e o relógio tinha pulado por cima do tempo da vossa separação? Aguardou ansiosamente todos os telefonemas, leu todas as mensagens, contou os dias e os minutos durante as madrugadas sem dormir? E quando voltaram a estar juntos foi como um fogo-de-artifício gigantesco, não foi? Claro que sim! Quer ainda mais sinais? Você está mais do que apaixonado!

O nosso coração sabe sempre quando estamos apaixonados, mesmo que a nossa razão teime em mascarar os sentimentos com outros nomes e outras definições. A paixão pode esconder-se atrás da aparência de amizade, de companheirismo, mas é impossível conter os diques do amor durante muito tempo. Aventure-se, experimente e veja no que dá. Não engane, não crie falsas expectativas na outra pessoa. Use de honestidade, e se estiver com dúvidas em relação ao que sente, explique isso mesmo. Abra o seu coração e deixe o amor entrar.

Avaliação: